Cronograma do eSocial é tema de nova reunião no CFC
Compartilhar:
O Conselho Federal de Contabilidade (CFC) deu continuidade, na manhã de quinta-feira (23), a reunião do Grupo de Trabalho Confederativo (GTC), criado com o objetivo de apresentar sugestões para melhoria do processo de adoção e implantação juntamente com governo e sociedade, do eSocial.

A plataforma faz parte do Sistema Público de Escrituração Digital (Sped) e tem como objetivo unificar,em um único sistema, o envio de todas as informações dos trabalhadores aos órgãos federais .

A reunião discutiu o cronograma apresentado pelo Ministério do Trabalho e como o eSocial irá contribuir no Sistema de Informações Sociais (SIISO) e no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS).

O presidente do CFC, José Martonio Alves Coelho, ressaltou a importância de reuniões como essas em que beneficia toda a população. O CFC está sempre de portas abertas para discutir assuntos como esse e que vão mudar a vida dos brasileiros. Queremos capacitar o nosso profissional e conscientizar os empresários da importância de um projeto desse porte.

Martonio Coelho enfatizou também a maturidade dos órgãos envolvidos no eSocial. É um esforço de todas as partes para que o projeto evolua. O sistema contábil é um órgão de fiscalização e normatização e a classe contábil vem evoluindo juntamente com o governo para discutir questões de suma importância para a sociedade, disse.

Já para Viviane Lucy de Andrade, gerente Executiva do FGTS da Caixa Econômica Federal (CEF), o órgão vê o eSocial como um processo de grande simplificação para o empregador. Viviane destacou também a parceria entre a Caixa e os profissionais da contabilidade. Os contadores são os nossos maiores usuários e com quem a gente mais realiza transações com o FGTS. É uma parceria de longa data, por isso a nossa participação é tão relevante, concluiu.

O CFC é representado no GTC pelo contador Cassius Coelho. Participam também membros da Receita Federal do Brasil, do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) , dos Ministérios da Previdência e do Trabalho e Emprego, da Fenacon, e de entidades como Sescon/SP, Firjan, CNI, Consif, CNC, Fiesc, CNA, Fiesp, CNCOOP, Brasscom, Brasilprev/Fenaprevi, CNCoop e CNseg.

 

 

 

Fonte: Conselho Federal de Contabilidade

NOSSO INSTAGRAM