CURSOS E EVENTOS DO CRC-SE
A Realizar

Já Realizados

69872264_3227990757225920_4971859175551270912_n.jpg

Conteúdo Programático
 
Módulo 1 - Sistema Tributário Nacional e planejamento tributário  
- Sistema Tributário Nacional e tributos - Instituição e cobrança, lançamento, e decadência e prescrição - Legislação tributária - Legitimidade no planejamento tributário  
Módulo 2 - Tributos incidentes sobre o faturamento  
- Tributos sobre faturamento - Aspectos da incidência dos tributos sobre o faturamento - Inclusão dos tributos no preço de venda  
Módulo 3 - Tributos incidentes sobre lucro e regimes de tributação  
- Lucro - fato gerador do IRPJ e da CSLL - Regimes de tributação na pessoa jurídica - Lucro real - Lucro presumido
- Lucro arbitrado - Simples Nacional - Lucro presumido versus simples  
Módulo 4 - Reorganizações empresariais e planejamento tributário  
- Motivadores dos processos de reorganização empresarial - Fusão, incorporação e cisão - Aspectos tributários

 
 

20190823141211_5d601e6b0c2c6.jpg

Inscreva-se

Conteúdo Programático 
1- Estrutura conceitual de trabalhos de asseguração
1.1. Noções sobre trabalhos de auditoria
1.2. Modalidades de auditoria
1.3. Risco de auditoria
1.4. Evidências apropriadas e suficientes
1.5. Processo de auditoria
2. Aceitação e contratação de trabalhos de auditoria.
2.1. Avaliação do cliente para aceitação do trabalho de auditoria
2.2. Avaliação da independência e aplicação de salvaguardas
2.3. Carta de contratação
3. Planejamento de auditoria
3.1. Planejamento da materialidade
3.2. Avaliação de risco
3.3. Respostas do auditor aos riscos
3.4. Definição da estratégia global
4. Procedimentos de auditoria
4.1. Testes de controle x testes substantivos
4.2 Procedimentos de auditoria do caixa e equivalente de caixa
4.3. Procedimentos de auditorias do contas a receber
4.4. Procedimentos de auditoria do estoque
5. Relatório do auditor
5.1. Estrutura do relatório do auditor
5.2. Opinião sem ressalva
5.3. Opinião com ressalva
5.4. Abstenção de opinião
5.5. Opinião adversa
 
 

20190823141351_5d601ecf8d1ae.jpg

Inscreva-se

Conteúdo Programático 
1- Estrutura normativa e conceitual da contabilidade societária aplicável ao teste de recuperabilidade de ativos
1.1. Normas contábeis aplicáveis a Impairment
1.2. Estrutura conceitual aplicável a impairment
1.3. Unidades geradores de caixa e segmentos de negócios
1.4. Reconhecimento e mensuração do valor recuperável do ativo
1.5. Métodos de mensuração
1.6. Ajuste de depreciação e amortização
1.7. Ágio por expetativas de rentabilidade futura(goodwil)
1.8. Reversão da perda - Imapirment
2. Impairment de ativos financeiros
2.1. Perda no valor recuperável de ativos financeiros
2.2. IFRS 9 - Instrumentos financeiros
3. Fluxos de caixa futuro e descontado: .
3.1. Fundamentos e Técnicas
3.2. Estudo de caso
4. Divulgação de informações em notas explicativas
4.1. Principais divulgações para cada classe de ativo
4.2. Principais divulgações para segmentos de negócios reportados
4.3. Modelos de notas explicativas sobre o teste de recuperabilidade
4.4. Estudos de caso.
5. Aspectos tributarios
5.1 Lei . 12.973/2014
5.3 Instrução Normativa RFB n. 1515/2014


20190823141351_5d601ecfbdc5c.jpg

Inscreva-se

Conteúdo Programático:
Contexto do 3 Setor
Sua Formação jurídica
Aspectos legais e tributários
Normas Contábeis aplicada ao Terceiro Setor
Demonstrações Contábeis
Prestação de contas e o Marco regulatório do 3 Setor
Órgãos de regulação e fiscalização
Auditoria Independente
 
 

20190823141353_5d601ed1b5d84.jpg

Inscreva-se

Conteúdo programático:

Leiaute da Declaração
Legislação aplicável
Blocos de Registros
Obrigatoriedade
O que será declarado
Prazos
Penalidades
Cruzamentos com demais declarações
Abertura do Arquivo, Importações e Integrações
Blocos da Declaração:
- Abertura do Arquivo
- Recuperação de dados da ECD
- Recuperação de dados da ECF e Cálculo dos tributos
- Plano de Contas Mapeamento
- Saldos das Contas Referenciais
- Lucro Real
- e-Lalur
- Cálculo do IRPJ e CSLL
- Lucro Presumido
- Lucro Arbitrado
- Entidades Imunes e Isentas
- Informações Econômicas
- Informações Gerais
Cruzamentos específicos da ECD e ECF


20190823141353_5d601ed1bf1d7.jpg

Inscreva-se

Conteúdo Programático
1. Introdução
a. Instituição
b. Abrangência
c. Obrigatoriedade
2. Geração do arquivo
a. Formalidades da Escrituração Contábil Eletrônica
3. Prazo de entrega
4. Transmissão
a. Validação
b. Termos de Abertura e de Encerramento
c. Certificado digital
d. Quantidade de livros por arquivo e periodicidade
5. Penalidades
6. Compartilhamento de informações
a. Acesso às informações
b. Registros de acessos
7. Guarda das informações
8. Estrutura do arquivo
a. Organização
b. Dados Técnicos
c. Regras gerais de preenchimento
d. Apresentação dos blocos
e. Análise do conteúdo dos principais registros
9. Programa Validador e Assinador
a. Validação de arquivos nos quatro formatos
b. Transmissão
c. Casos Práticos


20190823141353_5d601ed1c585d.jpg

Inscreva-se

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
SPED CONTRIBUIÇÕES
• Função do Programa Validador e Assinador (PVA)
• Multas
• Preenchimento e orientação das principais fichas
• Apresentação do Layout de Importação e Guia Prático
- Especificações técnicas do arquivo digital;
- Bloco 0 e seus registros;
- Bloco A e seus registros;
- Bloco C e seus registros;
- Bloco D e seus registros;
- Bloco F e seus registros;
- Bloco M e seus registros;
- Bloco P e seus registros;
- Bloco 1 e seus registros;
- Bloco 9.
- Tabelas de códigos internas
- Principais erros em arquivos do SPED Contribuições.
- Exclusão do ICMS na base de cálculo

 

20190823141354_5d601ed2822fc.jpg

Inscreva-se

Conteúdo Programático:
1. investimento em coligada, em controlada e em empreendimento controlado em conjunto.
a. OBJETIVO
b. ALCANCE
c. DEFINIÇÕES
d. INFLUÊNCIA SIGNIFICATIVA
e. MÉTODO DA EQUIVALÊNCIA PATRIMONIAL
f. APLICAÇÃO DO MÉTODO DA EQUIVALÊNCIA PATRIMONIAL
2. Combinação de Negócios
a. IDENTIFICAÇÃO DE COMBINAÇÃO DE NEGÓCIOS
b. MÉTODO DE AQUISIÇÃO
c. MENSURAÇÃO E CONTABILIZAÇÃO SUBSEQUENTES
d. DIVULGAÇÃO
3. Negócios em Conjunto
a. ALCANCE
b. NEGÓCIOS EM CONJUNTO
c. DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS DE PARTES INTEGRANTES DE NEGÓCIO EM CONJUNTO
4. Instrumentos Financeiros
a. RECONHECIMENTO E DESRECONHECIMENTO
b. CLASSIFICAÇÃO
c. MENSURAÇÃO
d. CONTABILIZAÇÃO DE HEDGE

20190823141356_5d601ed40d3ff.jpg

Inscreva-se

Conteúdo Programático:
1. investimento em coligada, em controlada e em empreendimento controlado em conjunto.
a. OBJETIVO
b. ALCANCE
c. DEFINIÇÕES
d. INFLUÊNCIA SIGNIFICATIVA
e. MÉTODO DA EQUIVALÊNCIA PATRIMONIAL
f. APLICAÇÃO DO MÉTODO DA EQUIVALÊNCIA PATRIMONIAL
2. Combinação de Negócios
a. IDENTIFICAÇÃO DE COMBINAÇÃO DE NEGÓCIOS
b. MÉTODO DE AQUISIÇÃO
c. MENSURAÇÃO E CONTABILIZAÇÃO SUBSEQUENTES
d. DIVULGAÇÃO
3. Negócios em Conjunto
a. ALCANCE
b. NEGÓCIOS EM CONJUNTO
c. DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS DE PARTES INTEGRANTES DE NEGÓCIO EM CONJUNTO
4. Instrumentos Financeiros
a. RECONHECIMENTO E DESRECONHECIMENTO
b. CLASSIFICAÇÃO
c. MENSURAÇÃO
d. CONTABILIZAÇÃO DE HEDGE
 
 

20190823141356_5d601ed41647b.jpg

Inscreva-se

 
 
 
 
 

20190823141357_5d601ed5cf9a3.png

Inscreva-se
NOSSO INSTAGRAM